jump to navigation

2ª Edição – É hora de continuar 23 setembro, 2007

Posted by reporteresportivo in capa.
Tags: , , , , ,
add a comment

 

A segunda edição sempre é mais difícil que a primeira, e conosco não foi diferente. Talvez o prazo de 15 dias que nos colocamos tenha sido um pouco apertado para que a Repórter Esportivo conseguisse cumpri-lo com a reduzida equipe. Contudo, não é do nosso interesse desistirmos tão cedo.

 

A nova atualização traz mais uma vez uma entrevista com um grande jogador do passado. No entanto, diferentemente da primeira edição, o sabatinado foi um ex-jogador gremista: Airton Ferreira da Silva. O lendário zagueiro conhecido como Airton “Pavilhão” que jogou pelo tricolor nas décadas de 50 e 60. O antigo craque também aparece na sessão Replay, no review de sua biografia escrita por Celso Sant’Anna em 2004.

 

Passado mais de um mês do pré-olímpico de basquete, Felipe Prestes buscou respostas para o fracasso da seleção brasileira. Através de especialistas no jogo, ele aborda as razões que levaram à decadência de nosso país no esporte e procura saber quais são os caminhos que devem ser trilhados daqui para frente.

 

Por fim, as colunas de nossa equipe. Espaço, que será ocupado por textos variados, sem nenhuma restrição de forma ou conteúdo. Dessa vez, Felipe fala sobre o radinho; Luís Eduardo conta sua relação com seu primeiro ídolo, Nelson Rodrigues e o futebol do passado; e Mariana fala sobre seu primeiro Gre-Nal na torcida visitante.

Anúncios

Pé na porta, faca nos dentes, estamos começando 6 setembro, 2007

Posted by Felipe Prestes in editorial.
2 comments

Quais os motivos que levam um grupo de estudantes de jornalismo a lançar uma revista eletrônica esportiva? Ganhar dinheiro? Muito improvável. Ganhar fama e projeção? Seria um mero delírio. Ganhar experiência e começar a colocar a cara no mercado? Essa é uma resposta bem mais plausível.

Começar um projeto jornalístico é sempre difícil, ainda mais quando não há nenhum aporte financeiro. É preciso ter força de vontade e persistência para não desistir quando os primeiros obstáculos surgirem e saber contornar aqueles que parecerão intransponíveis. É necessário sacrificar o escasso tempo livre em prol de uma atividade não remunerada. Contudo, o dinheiro não é tudo quando se pode realizar um trabalho independente do qual possamos nos orgulhar estando ainda na faculdade – espero que cheguemos lá.

Todo começo é uma fase mais de perguntas do que de respostas. Quem vai nos ler? Que tipo de matérias vamos fazer? Será que conseguiremos manter a periodicidade? Não há como saber qual o alcance que a Internet vai nos dar, mas não podemos nos abalar por causa de uma baixa audiência inicial. Pretendemos realizar reportagens e entrevistas que não se vêem no dia-a-dia, mais longas, sobre assuntos antigos e diversos, e ao mesmo tempo sem tentar competir com o poderio de atualidade dos meios predominantes. Por isso, o cotidiano da dupla Gre-Nal não será o foco da nossa produção, mas os dois clubes aparecerão constantemente em nossas páginas virtuais. A expectativa é renovar o site a cada 15 dias, contudo não podemos precisar se será possível, uma vez que já tivemos problemas com prazos na largada.

A Repórter Esportivo começa aqui, com a expectativa de fazer diferença, nem que seja pequena, no cenário do jornalismo esportivo virtual gaúcho. Temos muitas perguntas para responder e muitas respostas para buscar, e esperamos contar com a participação e ajuda dos internautas para o crescimento desse nosso projeto. Sejam bem-vindos!