jump to navigation

Um número, duas decadências 28 abril, 2008

Posted by reporteresportivo in Uncategorized.
1 comment so far

A carta do tarô de número 16 é a Casa de Deus, a Torre Fulminada. Indica destruição, uma vez isolada. Numerólogos associam este número a desgraças pessoais. Na dupla grenal, o número 16 traz a mística de Mário Jardel e Adriano Gabiru, autores de gols decisivos e responsáveis por ocasos semelhantes em suas carreiras. Continue lendo…

Atletas do passado: Tostão 11 abril, 2008

Posted by reporteresportivo in Uncategorized.
Tags: , , , ,
add a comment

Gazeta Press

Eduardo Gonçalves de Andrade, 60 anos, popularmente e quase absolutamente conhecido como Tostão. Eternizado com o título de campeão do mundo em 1970 como jogador, se mantém ativo no meio futebolístico como colunista de diversos jornais e como comentarista da rádio Jovem Pan. Tostão talvez seja o brasileiro que melhor uniu o jogar e o escrever futebol e, por isso, foi o nome escolhido como primeira opção para uma grande entrevista na área de esportes. Continue lendo.

As férias frustradas da dupla Gre-Nal 11 abril, 2008

Posted by reporteresportivo in Uncategorized.
13 comments

 Em 2007, o Internacional foi eliminado pelo Nacional, na Libertadores, e pelo Veranópolis no Gauchão. Entrou de férias. Em 2008, o Grêmio seguiu o mesmo caminho, após cair para Juventude e Atlético-GO. Qual semelhança pode ser colocada entre as duas crises dos maiores clubes gaúchos? Continue lendo.

Um câncer no futebol mundial 11 abril, 2008

Posted by reporteresportivo in Uncategorized.
add a comment

No princípio, futebol não era esporte de negros. Seja no Inter, no Grêmio, no São Paulo, no Corinthians, no Flamengo ou no Vasco. O Bangu foi o primeiro clube a formar um time com jogadores ‘de cor’, pois os funcionários negros da fábrica dona do time eram melhores que os diretores brancos. Em 1923, o Vasco da Gama foi campeão da segunda divisão carioca com um time formado majoritariamente por negros e mulatos. O fato provocou revolta nos aristocráticos clubes da primeira divisão, que exigiram a expulsão dos 12 atletas negros presentes no elenco cruzmaltino. O Vasco não aceitou. Separou-se dos grandes clubes e juntou-se aos pequenos. Dois anos depois, os grandes clubes perceberam o potencial do atleta negro, abriram seus elencos e aceitaram novamente o Vasco na sua liga. Continue lendo.

Pela vivência completa do futebol 11 abril, 2008

Posted by reporteresportivo in Uncategorized.
1 comment so far

A vivência do futebol, desde sempre, está ligada ao estádio. Ninguém sente o peso de uma bola de borracha no pé descalço pela televisão. Muito menos o barulho de uma arquibancada antes daquela falta na frente da área. Muito menos o cheiro de pipoca misturado ao suor tenso e o grito incessante do ambulante. Não há aparelho que consiga reproduzir a dor de ouvir o grito de gol da torcida adversária numa final de campeonato, a alguns metros de si. A vivência do futebol nunca é completa pelo tubo de imagem, ou pela fibra ótica. Não importa quão bons sejam os atletas a correr pelo gramado. Continue lendo

Otro fútbol es posible 11 abril, 2008

Posted by reporteresportivo in Uncategorized.
add a comment

Cómo no imaginar múltiples manifestaciones del cuerpo, del alma y de la pelota, abrazada al alma y al cuerpo, si este continente cobija a personas tan bellas, capaces de decir palabras tan hermosas:

Eduardo Galeano desde las venas de Montevideo:

—Ella está en el horizonte –dice Fernando Birri-. Me acerco dos pasos, ella se aleja dos pasos. Camino diez pasos y el horizonte se corre diez pasos más allá. Por mucho que yo camine, nunca la alcanzaré. ¿Para qué sirve la utopía? Para eso sirve: para caminar. Continue lendo

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.